terça-feira, 2 de agosto de 2011

esses crentes lerdos e tolos!



E ele lhes disse: O néscios [tolos], e tardos de coração [lerdos] para crer tudo o que os profetas disseram! Porventura não convinha que o Cristo padecesse estas coisas e entrasse na sua glória? E, começando por Moisés, e por todos os profetas, explicava-lhes o que dele se achava em todas as Escrituras. [ênfases acrescidasLucas 24. 25, 26 e 27
Antes de tudo, permita-me uma explicação: o título é chamativo por si devido à natureza do tema e também por causa de minha deliberada vontade em deixá-lo chamativo. Se você veio aqui indignado porque chamei os crentes de tolos e lerdos, leia o restante e vai entender o título, quem sabe até concordar comigo. Agora, se veio aqui regozijando-se pensando que eu estava ridicularizando os crentes, sinto decepcioná-lo, ou não né! risos

Introdução

Existe uma espécie de consenso social de que ser crente é ser alguém que abriu mão de sua intelectualidade, de seu raciocínio, para crer em baboseiras e contos da carochinha. Esse estereótipo é alimentado por articulistas, comentarista e novelistas que vendem uma imagem daquele que crê em Deus como uma espécie que deveria ser extinta da sociedade, uma anomalia social carente de extirpação. Essa imagem, veremos adiante, não corresponde à realidade, embora haja algumas coisas que a alimentem.

Por que a mídia insiste em denegrir uma importante parcela da população? Porque ser crente, ao contrário do que esse deturpado consenso acredita, é ser detentor de um senso crítico acima da média, e isso representa uma verdadeira ameaça àmanipulação massificada que a mídia emplaca na sociedade. É bem verdade que alguns crentes não fazem bom uso desse discernimento disponível a todo cristão, enfim...

É preciso reconhecer que algumas figuras proeminentes no meio evangélico contribuem para que esse estereótipo de crente retardado, sem noção e sem autocrítica mínima se estabilize e até ganhe corpo, mesmo não representando a realidade. Infelizmente, alguns líderes de renome e de grande projeção midiáticaagem de forma beligerante, enquanto outros agem de forma manipuladora descaradamente.

Agora, você pode estar se perguntando: existem crentes lerdos e tolos? Sim, existem. Calma que vou lhes mostrar que tipo de crente age dessa forma, para que você analise e verifique se não está, ainda que temporariamente, enquadrado nesse seleto rol de celebridades (risos)!

Somos crentes lerdos e tolo quando...

1. Demoramos a crer nas promessas de Deus

A Palavra de Deus merece crédito, é verdadeira e nos traz orientação para a vida prática. Não é uma mera cadeira filosófica que você deve aprender para colar grau e tirar seu diploma. Um dos maiores desastres que um crente pode experimentar em sua vida é deixar de crer nas promessas de Deus para sua vida. Todavia, uma das coisas mais prejuízo podem trazer é demorar a crer nas palavras do Senhor.

Infelizmente, hoje vemos muitas pregações com uma ênfase exagerada no "agora", no "é pra já", no "receba sua vitória agora", etc., e isso tem gerado uma leva de crentes que simplesmente não sabem esperar, que desaprenderam a ver a beleza de Salmos como o 37.4 "Deleite-se no Senhor, e ele atenderá aos desejos do seu coração" e 40 "Esperei com paciência no SENHOR, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor". Perdemos muito em sermos negligentes na fé.

Observe que o Senhor os repreendeu por demorarem a crer, e não por deixaremde crer. Será que nós também não estamos nos deixando levar pelas circunstâncias e necessitando de um pequeno puxão de orelhas de Deus? Eu, confesso, tenho um histórico de indolência e relutância em crer nas promessas de Deus, mas posso afirmar hoje que quase todas as promessas que Ele me fez se cumpriram ou estão perto de se cumprir. Lembre-se: Deus não é homem para que minta, nem filho do homem para que se arrependa (Nm 23.19)!

E você, está esperando Deus repreendê-lo pela demora em crer?

2. Achamos que a glória vem sem sofrimento
 
Existe, infelizmente, uma grande parcela da população evangélica que se rendeu aos encantos da sereia da teologia da prosperidade, e estão perdendo grandes oportunidade de crescimento e maturidade na fé simplesmente por estarem alinhavados ao chavão "eu rejeito o sofrimento na minha vida", como se sofrer por amor ao evangelho e a Cristo fosse uma erisipela ou espécie de lepra contagiosa.

Outros, por motivos diversos, e falta de paciência, querem apressar as coisas e atropelar etapas necessárias à vida cristã saudável e acabam por sacrificar valores eternos no altar da efêmera vaidade (#prolixidade intencional), e vão colher consequências desastrosas! Aprenda com Jesus: no caminho da glória, havia uma pedra; havia uma pedra (Gólgota, a pedra da Caveira) no meio do Caminho!

Apesar de ser uma afirmação totalmente fora de moda e que não atrai seguidores, ainda assim eu me arrisco a dizer que as derrotas podem nos ensinar muito mais que as vitórias! Quem quer crescer em Cristo, deve estar ciente de que, como Ele padeceu, nós também podemos sofrer:
Embora sendo Filho, ele aprendeu a obedecer por meio daquilo que sofreu. Hebreus 5:8
3. Não nos esforçamos para entender a Palavra de Deus

Como entender a Palavra de Deus, as Escrituras Sagradas, seguindo o conselho de Jesus?
  • considerando TODA a Palavra de Deus. É alarmante sabermos que uma pesquisa nos revela que uma pequena quantidade de pastores leram a Bíblia toda, pelo menos UMA vez. É inadmissível que uma pessoa vocacionada a pastorear o rebanho do Senhor não tenha lido a Bíblia completa. Quando eu estudava para concursos, me vi obrigado a ler a Constituição Federal quase toda. Sabe quantas vezes eu li aquele bendito livro? Talvez umas 40! Se eu não lesse, não passava! E a Palavra de Deus, que é alimento para a alma?
  • quando o verso diz que Jesus começou por Moisés e foi seguindo pelos profetas, isso nos diz que a leitura bíblica deve ter ordem e sequência lógica. Não adianta você pegar a Bíblia, abrir a esmo, fazer um uni-duni-tê e colocar o dedo aleatoriamente e ficar lendo a prestação, você nunca vai crescer na fé assim. Faça um plano de leitura bíblica anual ou leitura por temas, mas inicie uma leitura constante e sequencial da Bíblia e você vai ver que sua fé vai crescer junto.
  • tudo o que Deus faz tem um propósito, tudo. A Palavra de Deus é, antes de tudo, a revelação por excelência do plano de Deus para resgatar o homem e levá-lo de volta ao Lar, tal como se fosse o resgate de alguém raptado. Mas, é também uma carta de amor de Deus para o homem. Ao ler a Bíblia, você deve ter em mente que ela foi escrita por seu Autor com um objetivo definido e específico e, ao mesmo tempo em que ler essa Carta faz você conhecer a mente por trás do projeto, permite que você conheça os planos do Autor.
Tendo isso em mente, ou seja, evitando essas armadilhas:
  1. Demorar a crer nas promessas de Deus;
  2. Iludir-se que glória prescinde de sofrimento, e;
  3. Que é desnecessário esforçar-se para entender a Bíblia,
você estará apto a crer naquilo que Deus lhe prometer, esperar o tempo do cumprimento dessas promessas e entender o propósito que o Senhor tem para sua vida, para honra e louvor de Seu santo nome.

No frigir dos ovos, seremos chamados de lerdos e tolos de qualquer forma: o mundo nos chamará assim se cremos nas promessas de Deus e Deus nos repreenderá chamando-nos de tolos e lerdos se demorarmos a crer em Suas palavras. A questão, então, passa a ser: vamos escolher ser chamados de lerdos e tolos por quem?

Que o Senhor te abençoe de forma poderosa.

ps. desculpe se lhe decepcionei se você achava que eu iria "descer o porrete" em algum profeteiro de plantão, mas sem noção... risos

www.ubeblogs.net




Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUEEEEEEE? VAI SAIR SEM COMENTAR?!!!!
aqui você tem liberdade de expressão.
FAÇA UMA BLOGUEIRA FELIZ...
COMENTA VAI!!!

Follow by Email

SELINHO QUE GANHEI. OBG.



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...